Em Guaraciaba do Norte: Carta dos Artistas locais ao Prefeito Adail Machado e ao Dr. Elisiário Júnior, Presidente da Câmara

Os artistas do município de Guaraciaba do Norte, por meio do Conselho Popular de Cultura, entregaram ontem,9, uma carta aberta ao prefeito municipal, Adail Machado e ao presidente da Câmara, José Elisiário de Melo Nobre Júnior. A carta é assinada por sessenta representantes da cultura, o que inclui atores, atrizes, poetas, músicos, dançarinos, artistas plásticos, quadrilheiros, mestres de cultura, diretores e produtores.

O objetivo da carta é sensibilizar as autoridades do município a adotar urgentes medidas de apoio financeiros à categoria, que nesse período de pandemia foi a mais atingida por conta da suspensão de todas as atividades artísticas. O grupo propõe o diálogo, além de elencar algumas ações que podem ser adotadas no que diz respeito a realização de apresentações por meio das plataformas digitais e redes sociais.

A classe artística de Guaraciaba do Norte está unida para proporcionar à população entretenimento e lazer. O grupo tem se articulado por meio de um grupo do aplicativo whatsapp, que completou um mês ontem e, na semana passada, já havia gravado um vídeo público com depoimento dos artistas do agora Conselho Popular da Cultura. Para ainda neste mês de julho, o grupo planeja a realização de lives independentes com a participação de todos os integrantes do CPCGN.

Guaraciaba do Norte, 09 de junho de 2020

Urgente – Carta Aberta do Conselho Popular de Cultura de Guaraciaba do Norte – Ceará

Ao Ilmo. Sr. Prefeito Municipal, de Guaraciaba do Norte,

Antonio Adail Machado Castro,

Ao Ilmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Guaraciaba do Norte, Ver. José Elisiário de Melo Nobre Júnior e aos demais vereadores e vereadoras

Manifestação acerca do Covid-19 e seus impactos no Setor Cultural de Guaraciaba do Norte.

Considerando a declaração da Organização Mundial da Saúde – OMS de pandemia do Covid-19; considerando a decretação de Calamidade Pública no país devido ao Covid-19; considerando a decretação de Estado de Emergência de Saúde Pública no Estado Ceará e suas restrições em decorrência do Covid-19; considerando a decretação de situação de emergência em saúde pública no Município de Guaraciaba do Norte e restrições impostas em decorrência do Covid-19.

Cumprimentando-os cordialmente e visando encontrar soluções para o enfrentamento da crise econômica provocada por conta da pandemia do Covid-19, nós, abaixo-assinados, artistas, produtores, técnicos, trabalhadores da cultura em geral, integrantes de diversas categorias profissionais e prestadores de serviços de várias atividades da economia da cultura e da arte, de coletivos, companhias e bandas, do município de Guaraciaba do Norte, organizados em nossos próprios fóruns de discussão, tendo deliberado unanimemente na criação e constituição em caráter especial deste Conselho Popular de Cultura de Guaraciaba do Norte, vimos por meio desta carta chamar a atenção de Vossas Excelências e propor diversas sugestões de ações imediatas e emergenciais, para amenizar os efeitos da atual pandemia de coronavírus/ Covid-19 sobre os muitos setores da economia e da atividade social que se relacionam com a cultura.

Somos todos conhecedores das imensas dificuldades deste momento histórico e dos enormes desafios para o Poder Público e a iniciativa privada. Fazemos este chamamento, porém, a uma ação coletiva, de corresponsabilidade, visando a segurança financeira, alimentar e social dos inúmeros integrantes deste enorme e vulnerável segmento.

As sugestões de ações levam em conta a necessidade de subsistência das pessoas que têm renda incerta, pela própria natureza de sua atividade, a responsabilidade do Poder Público em garantir os direitos culturais e sociais, conforme o artigo 215 da Constituição Federal e dos artigos 178, 179, 181, 182 e 185 da Lei Orgânica do Município, bem como a emergência social que inclui a necessidade/oportunidade de apresentações online, para preservação dos laços sociais, da comunicação, da saúde psicológica da população em geral, aconselhada a recolher-se a suas casas, para aqueles que têm o luxo desta possibilidade em um País tão desigual, neste início de um isolamento/distanciamento social que pode se estender por meses a fio. Também se leva em conta a oportunidade de o campo da cultura contribuir para a conscientização popular quanto ao lema “Fique em casa”, estimulando essa atitude por meio da oferta de atividades culturais online e também contemplando, com atividades voltadas ao público infantil, as crianças que estão sem ir às escolas.

Seguem as sugestões, para avaliação por parte de Vossas Excelências, com este Grupo se colocando à disposição para dialogar sobre a viabilidade, a forma e o calendário de implementação de cada medida, ressaltando-se sempre o caráter urgente das ações:

  • Abertura de edital 100% digital, inclusive com inscrições on-line, para apresentações culturais a serem realizadas por meio de plataformas digitais e redes sociais. A premissa é selecionar conteúdos artísticos e culturais das mais variadas linguagens, incluindo música, artesanato, contação de histórias, artes visuais, dança, teatro, fotografia, literatura, circo e expressões culturais populares. O objetivo é movimentar a economia da cultura e da arte, ao mesmo tempo em que conscientizamos a população a permanecer em estado de isolamento social durante a pandemia.
  • Ajuda financeira emergencial para cultura popular através dos grupos juninos (quadrilhas) que contraíram dívidas com compra de tecidos, serviços de costura e marcenaria, entre outras despesas geradas na preparação do ciclo junino do ano de 2020. Nossos grupos dão satisfatória visibilidade ao município, sempre apresentam bons resultados nos circuitos regionais e estadual.
  • Garantir agora e no período pós pandemia, que a verba pública seja investida integralmente em ações que estendam um verdadeiro fomento artístico-cultural no município. Inibindo que o dinheiro público seja transferido para outras finalidades que não sejam o desenvolvimento da arte local e de seus profissionais, com atenção especial para a verbas que serão destinadas ao município através da Lei de Emergência Cultural – Lei Aldir Blanc;
  • Representação do Conselho Popular de Cultura de Guaraciaba do Norte, nas futuras reuniões decisórias dos modelos e investimentos que se trate sobre festividades e ações culturais no município;
  • Ações de proteção e cuidados assistenciais com os “mestres de cultura” e artistas mais idosos ou enfermos. Estes necessitam de atenção especiais por se tratar de grupo de risco do Covid-19.
  • Acompanhamento da necessidade de alimentação, remédios acompanhamento médico.
  • Imediata convocação, pós pandemia, da Conferência Municipal de Cultura para a constituição do Conselho Municipal de Cultura e criação e organização do Sistema Municipal de Cultura

Diante do exposto nós do Conselho Popular de Cultura de Guaraciaba do Norte nós colocamos à disposição para debater e colaborar com a implantação de tais medidas e aguardamos vossas manifestações favoráveis ao diálogo.

Atenciosamente,

Helder de Paula Melo

Ator, poeta, músico, acadêmico do Curso Superior Tecnológico em Produção Cultural e representando os demais artistas que constituem o Conselho Popular de Cultura de Guaraciaba do Norte que co-assinam esta carta listados abaixo:

Amanda de Sousa Oliveira – Cantora

Anderson de Souza Santos – Assistente de Estúdio

Antônio Hermeton Sousa Pereira – Músico

Antônio Pedro Sobrinho – Humorista

Antônio Rafael de Araújo Pires – Músico

Ayrton Campos da Silva – Artista Plástico

Bruna Lima de Sousa – Atriz e Musicista

Cidnei Rodrigues Pereira – Músico

Claudio Miguel de Sousa – Artista Plástico

Diego Rocha Pita – Músico

Edilson Sabóia Bezerra – Músico

Edson Teixeira Furtado – Fotógrafo

Fernanda Nobre Matos – Atriz

Francisca Michelly Pereira Martins – Musicista, atriz e figurinista

Francisco Cleiton Melo Mesquita – DJ

Francisco das Chagas Alves Braga – Músico

Francisco de Assis do Nascimento – Diretor Cia. Independente de Atores – CIA

Francisco Eduardo Alves Fernandes – Músico

Francisco Gérbio Rafael Gomes – Sanfoneiro

Francisco Gleician Ribeiro de Souza – Músico

Francisco Jones Avelino Martins – Músico

Francisco Marcolino de Souza – Mestre Griô e Rabequeiro

Francisco Renan Bezerra do Nascimento Pontes – Rapper

Francisco Rogério Farias – Repentista e Aboiador

Gerardo Alves Pereira – Mestre do Reisado Boi Liso Coração do Alegre

Gustavo Henrique de Oliveira Mesquita – Ator, quadrilheiro, Grupo Raízes de Artes Cênicas – GRAC

Hernandes Pereira dos Santos – Músico

Hiago de Paula Melo – Músico

Jefferson da Rocha Pita – Músico

Jerônimo Manuel da Silva Junior – Músico

João Batista Agapito Melo – Músico e Professor

João Mesquita de Sousa – Sanfoneiro

João Paulo Fontenele de Souza – Músico

Joerbson de Sousa Gonçalves – Artista Plástico

Jorge Bezerra de Souza – Cantor

José Gerardo Braga de Albuquerque – Artista Plástico

Jossicleide Feitoza Farias – Cantora

Juan Carlos Ribeiro Silva – Músico

Lara Rodrigues Braga de Paiva – Cantora

Leandro Alves de Carvalho – Locutor e Aboiador

Manoel Alves da Silva – Repentista

Maria de Lourdes de Sousa Feitosa – Atriz e Diretora do Grupo de Teatro Atenas

Maria Rita Leonardo da Silva – Cantora e tecladista

Maria Ruthe Leonardo da Silva – Cantora

Mário Jorge Carvalho de Sousa – Músico

Michelly Gonçalves Rodrigues – Dançarina e Atriz

Milena de Sousa Gomes – Dançarina

Natan da Rocha Pita – Músico

Pedro Alves Neto – Poeta e Radialista

Rafael Viana Oliveira Moura – Músico

Raimundo Airton da Silva Sousa Júnior – Músico

Raimundo Gildo de Souza – Sanfoneiro

Renato Correia da Silva Leitão – Ator e Radialista

Renner de Sousa Rodrigues – Músico

Sandro Rogério Menezes Ferreira – Músico

Tâmara de Oliveira Pessoa Rodrigues – Professora de Canto Coral

Valfrido de Oliveira Ferreira – Músico

Ylana Fernanda de Lima Costa – Produtora Cultural do Engenho Coletivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *