CONVERSANDO SOBRE O LIVRO “PROFESSOR COM PRAZER -Vivência e Convivência em Sala de Aula”

Coincidindo com o aniversário de Paulo Freire que faria 99 anos, fui convidado a participar de um bate-papo, no dia 19 de setembro, com Professores e Professoras de minha Guaraciaba do Norte, via internet. Foi uma hora e meia de muitas emoções para mim.

A iniciativa foi do Professor Evando Mesquita, da Professora Coordenadora Leila Freitas, tendo como Mestre de Cerimonia o Professor e Ator Marcos Castro.

A Coordenadora Pedagógica e o Diretor do Anexo

Além dos meus conterrâneos que participaram de diversas localidades do município, estavam também o Professor Fernando Lima, de Poranga, a Professora Aninha Salvino, de Acaraú e Professores de Ipueira e Fortaleza.

O tema principal da conversa foi sobre o nosso livro PROFESSOR COM PRAZER. A intenção de nosso livro é colocar em prática, da maneira mais simples possível e mais prática, as ideias de Paulo Freire. Quem já teve acesso ao livro sabem bem de que estou falando. Quem tem adotado as ideias, ali sugeridas, tem se saído bem na sala de aula. O nosso livro orienta, na prática, como envolver o aluno no processo de aprendizagem, valorizando e incluindo, no processo, os conhecimentos que cada um já possui e já os traz para a sala de aula.

Claro que como ex-Secretário de Educação do município, abordei aspectos de nossa gestão em 1993/1994, quando era Prefeito o amigo Antônio Marques. Daquele período surgiram muitas ideias para o livro. A minha Dissertação de Mestrado foi escrita com base na experiência da gestão da Secretaria de Educação de Guaraciaba do Norte. O título já diz do formato de trabalho ali adotado: “Em Educação, sem participação não há mudança

Muitos dos participantes do encontro virtual, ainda eram estudantes, à época, e desconheciam muitos daqueles fatos. Não imaginavam, por exemplo, que em 1993, de cada cem crianças que entravam nas classes de Alfabetização, apenas 16 chegavam à quarta série. E que foi, justamente, aquela realidade que nos fez começar a gestão da Educação com a realização de Seminários, na sede e nos distritos, para debater com a comunidade ali representada, as causas de tamanha evasão. Apenas uma Professora da rede municipal tinha curso superior. Hoje, 33 possuem Mestrado e, muitos outros cursam Mestrados.

Fizemos uma rápida retrospectiva da situação encontrada em 1993 e de algumas providências que geraram as mudanças, cujos resultados promoveram grandes mudanças na vida do município.

Depois do curto período em Guaraciaba do Norte, fui convidado para a Secretaria de Educação do Estado, como Coordenador de Alfabetização. Simultaneamente, recebemos a nomeação para participar do Conselho de Educação do Ceará. Foram mudanças providenciais que me abriram portas para contribuir com o desenvolvimento da Educação do município. O convite que recebi do Professor Teodoro Soares, ex colega de Seminário, para ir trabalhar na UVA, abriu-me oportunidades para defender e contribuir com a expansão dos cursos de Formação de Professores para a região Norte. E começamos, exatamente, em Guaraciaba do Norte e São Benedito. Só em Guaraciaba do Norte, tivemos 130 Professores concludentes na Primeira Colação de Grau ali realizada.

Professor e Ator MARCOS CASTRO

Muitos professores se manifestaram durante a nossa conversa. O Professor Marcos Castro fez-me a gentileza de enviar os registros das participações, com mensagens de Abdonias Moreno, Lyandra Neves, Adriana Oliveira, Maria Rufino Mesquita, Zioneide Alves Saraiva, Beatriz Maria Fernandes Rodrigues, Rafaela Pinheiro, Maria Gorete de Sousa, Luceni Sousa, Lilene Ferreira Lima Francineuda Eufrázio da Silva e Grazy Lopes. Aninha Salvino, de Acaraú e Leila Freitas Ferreira, Coordenadora do Anexo do Colégio Dom Pedro I, fizeram depoimentos emocionados e emocionantes. Pelo entusiasmo da Professora Leila, a convivência no Anexo do Dom Pedro tem acontecido sob a inspiração da Educação Biocêntrica.

Ficou acertado que, logo após o isolamento social, teremos um encontro com os Professores para um lançamento da 2ª Edição de nosso “PROFESSOR COM PRAZER – Vivência e Convivência na Sala de Aula”, em contato mais direto com cada um.

1 comentário em “CONVERSANDO SOBRE O LIVRO “PROFESSOR COM PRAZER -Vivência e Convivência em Sala de Aula””

  1. Leila Maria Freitas Ferreira

    Boa noite. Realmente, foi uma conversa bem descontraída, só temos a agradecer pela disponibilidade do Professor Leunam e já estamos ansiosos pelo próximo. Oxalá que todas as escolas tivessem esse momento tão prazeroso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *