DOM AUSTREGÉSILO DE MESQUITA (Parte II) Texto de Mons. Mons. Assis Rocha

Compatilhar

No dia 24 de agosto de 1961, recebeu a ordenação episcopal, em sua Diocese de origem, Sobral; e aos 17 de setembro, do mesmo ano, tomou posse como Bispo de Afogados da Ingazeira, substituindo seu 1º Pastor, D. Mota, que havia sido transferido para Sobral. Em maio, agosto e setembro de 2011 foram celebradas em Afogados, suas bodas de ouro episcopais. D. Egídio comemorou.

Rarissimamente, um sacerdote é nomeado Bispo, com tão pouca idade; a não ser um superdotado de inteligência, de atividades pastorais e intelectuais, e de dedicação à Igreja, como era o Pe. Austregésilo no início de seu sacerdócio.

Dom Austregésilo e a Catedral de Afogados da Ingazeira

No dia 24 de agosto de 1961, recebeu a ordenação episcopal, em sua Diocese de origem, Sobral; e aos 17 de setembro, do mesmo ano, tomou posse como Bispo de Afogados da Ingazeira, substituindo seu 1º Pastor, D. Mota, que havia sido transferido para Sobral. Em maio, agosto e setembro de 2011 foram celebradas em Afogados, suas bodas de ouro episcopais. D. Egídio comemorou.

Rarissimamente, um sacerdote é nomeado Bispo, com tão pouca idade; a não ser um superdotado de inteligência, de atividades pastorais e intelectuais, e de dedicação à Igreja, como era o Pe. Austregésilo no início de seu sacerdócio.

Mons. Assis Rocha, autor do texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *